Archive for ‘Últimas Notícias’

15/02/2012

Blog Previdência Hoje muda estrutura para melhor atender os usuários

O Previdência Hoje está migrando para uma estrutura própria que proporcionará recursos tecnológicos, modernização e organização para os usuários. Veja o novo blog aqui


 O novo Blog do Previdência Hoje

O novo Blog do Previdência Hoje

 O blog mantém informações atualizadas a respeito da Previdência Social com o intuito de noticiar acontecimentos relacionados aos Regimes Próprios de Previdência Social , um assunto que ainda é tão carente de informações.

Estamos sempre a disposição para melhor atendê-los, tanto no blog como nas nossas redes sociais (twitter e facebook) para esclarecer dúvidas a respeito deste segmento.

Pensando em oferecer um conteúdo de melhor qualidade, o blog está adequando toda a estrutura para uma versão moderna com novos recursos e opções para melhor interagir com os leitores. Esperamos assim fornecer informações de qualidade da melhor forma possível. Fiquem a vontade para fazer críticas e sugestões.

BRA Consultoria

13/02/2012

Itatiaia/RJ – Instituto de Previdência dos Servidores do Município (Iprevi) mantém solidez e confiança dos servidores

ITATIAIA

O Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Itatiaia (Iprevi) comemora os resultados obtidos no ano passado. De acordo com o diretor superintendente, Edson de Sousa, a cada dia o instituto confirma sua solidez, garantindo aos servidores a integralidade de seus benefícios, como aposentadoria, auxílio doença, auxílio maternidade, dentre outros.

“Em 2011 tivemos vários servidores alcançando os mais variados benefícios oferecidos pelo Iprevi. E para este ano esperamos seguir fortalecendo o instituto, e sempre apresentando bons resultados a todos os servidores ativos e inativos”, afirma o diretor Edson.

O diretor Edson de Sousa destaca que no final do ano passado, o instituto, em um trabalho conjunto com a Prefeitura e Câmara, conquistou o no Certificado de Regularidade Previdenciária (CRP). Para conseguir o novo certificado, o Iprevi foi auditado duas vezes pelo Ministério da Previdência Social, questionado pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), e teve três novas leis sancionadas pelo prefeito Luis Carlos Ypê (PP).

“Houve o parcelamento de uma dívida de aproximadamente R$ 9,5 milhões e a majoração da alíquota patronal de 11% para 14,32%. A Prefeitura já pagou três parcelas, totalizando cerca de R$ 120 mil, o que ocasionou a homologação no ministério da Previdência em autorizar a emissão do CRP”, destaca Edson de Sousa.

O CPR é um documento vital para que o Município consiga atrair verbas de órgãos federais e estaduais para os vários seguimentos da administração pública, seja ele, da área de Saúde, Turismo, Educação, Obras, Esporte, Habitação, Cultura, Meio Ambiente, Assistência Social. Através da emissão deste certificado, Itatiaia está entre os municípios que poderão conseguir verbas para o exercício financeiro deste ano.

“O CRP representa um grande passo para o desenvolvimento de Itatiaia, pois isto torna o Cadastro Único de Convênio (Cauc) adimplemente, permitindo a celebração de convênios provenientes de emendas parlamentares”, ressalta o diretor do Iprevi.

MAIS CONQUISTAS

O diretor superintende do Iprevi, Edson de Sousa, também comemora o aumento dos ativos do instituto que praticamente dobraram em três anos de administração. Sendo que no final de 2008, estavam aplicados em fundos de investimentos exatos R$ 16.613.624,36, e de acordo com o último relatório fechado, em dezembro de 2011, o valor passou para R$ 31.080.248,57.

Outra conquista destaca por Edson, é o cumprimento da Meta Autorial, que é uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) e do Ministério da Previdência Social. “A Meta Autorial em 2001 foi fixada em 12,89%, e com muito trabalho, o Iprevi conseguiu atingir 14% sobre os recursos aplicados em renda fixa e variável”, destaca o diretor superintendente.

REAJUSTE

Os aposentados e pensionatos do Iprevi receberam um reajuste de 6,08% sobre seus salários. A lei já foi sancionada pelo prefeito Luis Carlos Ypê, e acompanha o índice fixado pelo governo federal através da Portaria Interministerial MPSMS nº 02, de 06 de janeiro de 2012. Para aqueles que tem o seu benefício fixado no salário mínimo, o valor foi automaticamente reajustado para R$ 622, ou seja, o salário mínimo nacional para 2012.

Balanço Iprevi

No ano passado, foram abertos 400 processos pelo Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Itatiaia (Iprevi), sendo 245 Administrativos, 104 Auxílio Doença, 25 Processos de Aposentadoria, 24 Licenças Maternidade e dois Processos de Pensão por Morte. E ainda, foram realizadas 12 reuniões ordinárias dos Conselhos Deliberativo e Fiscal. Atualmente, 43 funcionários recebem Auxílio Doença; quatro, Salário-Maternidade; 73, são pensionistas de 45 ex-funcionários; e 98 servidores se encontram aposentados.

 

Fonte: A Voz da Cidade

13/02/2012

Presidente do Iprejun participa dos 89 anos da Previdência

O presidente do Iprejun (Instituto de Previdência de Jundiaí), José Aparecido Marcussi, participou nesta sexta-feira (10) da palestra promovida pela Gerência Executiva da Previdência Social do INSS em Jundiaí para comemorar os 89 anos da Previdência Social.

 

O evento, realizado no Auditório Elis Regina, do Complexo Argos, contou com a presença do secretário de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência Social, Leonardo José Rolim Guimarães, para falar sobre o tema “Previdência Social – Avanços e Desafios”. A platéia foi formada por representantes de sindicatos da cidade e da região, de associações de aposentados e pensionistas, além de outras pessoas interessadas no tema abordado.

A palestra abordou aspectos importantes da Previdência no Brasil, destacando os seus avanços e fazendo uma projeção do que ainda deve ser feito nos próximos anos para garantir tranqüilidade ao trabalhador brasileiro.

Para o presidente do Iprejun, José Aparecido Marcussi, a palestra teve grande importância, pois a previdência é um tema de interesse de todo cidadão brasileiro e atualizar as informações é mais que uma contingência.

O Instituto de Previdência de Jundiaí é considerado um dos melhores do Brasil no que diz respeito à gestão. É o 2º maior instituto de regime próprio de previdência do Estado entre municípios e 5º no Brasil.

 

Fotos: Divulgação

Fonte: Prefeitura Jundiaí

10/02/2012

São José da Laje (AL) passa a contar com um sistema inovador para Gestão de Regimes Próprios de Previdência Social: o OnyxPrev

O software se destaca, principalmente, por agilizar processos de aposentadoria

O Sistema de Previdência OnyxPrev, desenvolvido pela empresa pernambucana BRA Consultoria, especialista em soluções tecnológicas voltadas para Regimes Próprios de Previdência Social, foi adotado em mais um município do Estado de Alagoas.

A partir do dia 15 de fevereiro de 2012, os servidores de São José da Laje podem fazer suas consultas online, de maneira fácil e rápida, através de um website próprio, simular sua aposentadoria, saber na hora quando poderá se aposentar e por quais regras ou qual é a mais indicada ao seu caso; se o servidor estiver apto à aposentadoria, é avisado imediatamente pelo sistema e pode imprimir o seu Requerimento de Aposentadoria online.

Outros serviços foram disponibilizados através do website, como: acesso ao Cadastro de Segurado e Dependentes, Contribuições Anteriores (empregos anteriores), Acompanhamento de Processos de Aposentadorias em tempo real, Autenticação de Certidão de Tempo de Contribuição, Extratos de Contribuição Previdenciária e de Remunerações e Aniversariantes do Mês.

Além das inovações referentes a parte de gestão previdenciária, os técnicos do FAPEN farão o uso da folha de pagamento web que já é nativamente integrada com os sistemas OnyxPrev.

Ao instituto, a nova folha de pagamento, por ser totalmente online, não depende de investimentos em infra-estrutura de servidores, dado que todo o processamento ocorre “na nuvem” da Internet, em servidores que com sua capacidade combinada somam cerca de 25GHz de processamento e mais de 64GHz de memória RAM, o que proporciona um cálculo total da folha de pagamento em menos de 2 segundos.

Aos segurados, isto traz uma maior transparência, pois imediatamente após o fechamento da folha de pagamento, os segurados que estiverem em auxílio-doença, por exemplo, são avisados por e-mail de que o seu contra-cheque já está disponível no website do FAPEN, no qual você pode acessar através do endereço (www.lajeprev.com.br).

 

Para mais informações acesse: BRA Consultoria

10/02/2012

Publicação traz informações sobre as principais ações já implementadas no atual governo para melhorar a Previdência

Da Redação (Brasília) – A previdência brasileira fechou o ano de 2011 com o melhor resultado em suas contas desde 2002. O segundo número da publicação “Previdência Social”, lançado nesta quinta–feira (9), traz como texto principal uma análise dos resultados apresentados pelo Regime Próprio da Previdência Social (RPPS) no ano passado. Outros assuntos abordados são a redução de tempo de espera no atendimento da Central 135, a sala de monitoramento e o Plano de Expansão da Rede de Agências.

“Esta publicação traz informações sobre as principais ações já implementadas no atual governo para melhorar a Previdência, aproximando-a cada vez mais dos cidadãos, promovendo amplo processo de inclusão e incutindo na mente das pessoas a necessidade de sua participação na seguridade social. Será, portanto, um instrumento fundamental para apoiar o trabalho de esclarecimento de políticos, lideranças, sindicatos e estudiosos do tema”, destaca o ministro Garibaldi Alves Filho no texto de apresentação do periódico quadrimestral.

O texto integral do número 2 da publicação Previdência Social está disponível gratuitamente. Clique aqui para baixar . (Roberto Homem)

 

Fonte: Ministério da Previdência Social

10/02/2012

GESTÃO: MPS e GDF discutem acordo de compensação previdenciária e equacionamento de despesas

Está previsto, ainda, convênio para a implementação do Sistema dos Regimes Próprios de Previdência Social

 

Da Redação (Brasília) – A compensação previdenciária entre o Governo Federal e o Governo do Distrito Federal (GDF) e o equacionamento das despesas previdenciárias do governo distrital são as duas iniciativas de cooperação técnica contempladas no protocolo discutido hoje (9) pelo ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, pelo governador Agnelo Queiroz e pelo Instituto de Previdência dos Servidores do Distrito Federal (Iprev-DF), Jorgivan Leitão. Está previsto, ainda, convênio para a implementação do Sistema dos Regimes Próprios de Previdência Social (SRPPS) no Distrito Federal. Estudos para alterações na legislação pertinente à readaptação e reintegração de servidores públicos distritais é a última ação prevista.

Para Garibaldi Alves Filho, a parceria é de suma importância para ambas as partes. “É uma cooperação a quatro mãos. Por um lado, nós vamos ter a possibilidade de colaborar com o Distrito Federal, e é imprescindível que possamos fazer isso, pois, afinal, é o DF que acolhe a todos nós aqui do governo federal. E, por outro lado, o GDF também nos dará a oportunidade de conhecer melhor a realidade previdenciária local, o que contribui com a parte que nos cabe na gestão dos regimes próprios dos diversos entes federados”, afirmou o ministro.

O arquiteto Oscar Niemeyer completa, no próximo dia 15 de dezembro, 105 anos de idade. Ele é o mais antigo servidor aposentado do GDF, como indicou o censo previdenciário realizado no ano passado. Após o censo, que antecedeu a elaboração do protocolo de intenções, o governo distrital passou a ter a economia de R$ 3,2 milhões por mês com despesas de pessoal, o que demonstra que censos previdenciários podem ser uma ferramenta eficaz na gestão de regimes previdenciários de estados e municípios. (Rafael Toscano)

 

Fonte: Ministério da Previdência

10/02/2012

Senado aprova proposta que isenta idoso com mais de 65 anos do Imposto de Renda

SÃO PAULO – Projeto de lei que isenta contribuintes com mais de 65 anos do pagamento do imposto de renda foi aprovado nesta quarta-feira (8) pela Comissão de Assuntos Sociais.

A proposta, de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), isentará pagamentos tributáveis de qualquer espécie até o limite máximo estabelecido para os benefícios do Regime Geral de Previdência Social, atualmente fixado em R$ 3.916,20.

Projeto De acordo com a Agência Senado, a legislação atual já prevê a isenção de imposto de renda para aposentados e pensionistas com mais de 65 anos, até o teto da Previdência Social, seja a aposentadoria ou pensão paga pela União, estados, municípios ou por entidade de previdência privada.

Com o projeto, o autor da proposta quer estender a isenção a todos os brasileiros que completarem 65 anos, sejam eles aposentados ou não. Para o autor, a lei deve ser modificada para fazer justiça àqueles que fizeram poupança individual como uma forma de previdência. “Na verdade, é até uma contradição lógica dar o benefício fiscal a quem já recebe do Estado um benefício previdenciário e não dar esse benefício a quem, por outros meios, amealhou ao longo da vida os recursos necessários para se manter na velhice e não depender da Previdência ou da Assistência Social”, justifica Paim.

Para o relator Lindbergh Farias a proposta é válida, mas foi preciso modificar o projeto para deixar claro que o benefício proposto não é cumulativo. Dessa forma, se o contribuinte já conta com isenção prevista na tabela do Imposto de Renda, a nova isenção deverá incidir apenas sobre a diferença entre a parcela já isenta e o teto de benefício do Regime Geral de Previdência.

O relator ainda ressaltou que a matéria deverá ser amplamente discutida na Comissão de Assuntos Econômicos, para onde segue agora, para ser adaptada às previsões e estimativas de recursos da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e às respectivas dotações de recursos da LOA (Lei Orçamentária Anual), conforme exige a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101/00) para proposições que resultem em renúncia de receita.

“Vou me reservar para discutir na Comissão de Assuntos Econômicos, mas acho, inclusive, que no debate econômico vamos ter que ressaltar outra discussão: esse é um projeto que pode ter um impacto, não só social, mas do ponto de vista econômico, em relação a políticas anticíclicas, ponto importante no debate da crise econômica internacional”, comenta Farias.

 

Fonte: Info Money

09/02/2012

Ficc (Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania) incentiva artistas a buscar benefícios da Previdência Social

Ficc incentiva artistas a buscar benefícios da Previdência Social

A palestra marcou a implantação em Itabuna do Programa de Educação Previdenciária criado pelo governo federal há 11 anos, com o objetivo de aumentar o número de cidadãos protegidos pelo Regime Geral de Previdência Social (RGPS). Uma encenação teatral apresentada pelas atrizes Ana Paula e Jociara enfatizou a importância da contribuição previdenciária para os artistas, garantindo-lhes o acesso à licença-maternidade, aposentadoria, auxílio doença, pensão por morte ou invalidez e outros benefícios oferecidos pela Previdência Social.

A presidente da Ficc, Sandra Ramalho, aponta a iniciativa como uma excelente oportunidade para os artistas vislumbrarem um futuro mais tranqüilo e seguro para eles próprios e suas famílias. Para isso, a Ficc ofereceu apoio total ao Programa de Educação Previdenciária. A coordenadora deste núcleo em Itabuna, Thiana Brandão, confirmou a realização de outros encontros com os artistas, com acompanhamento de especialistas de diversas áreas, para atendimento individualizado que permita analisar cada caso separadamente.

Estes encontros poderão ser realizados na sede da Ficc e, ou, no Centro de Cultura Adonias Filho, e podem contar com acompanhamento de médicos peritos e outros especialistas que ajudem a resolver questões mais específicas ou conflitos pré-existentes. “Não mediremos esforços para ajudar os artistas a garantir seus direitos”, enfatiza Sandra Ramalho.

Os interessados em obter mais informações sobre o Programa de Educação Previdenciária podem acessar o site http://www.previdencia.gov.br ou agendar um atendimento na agência de Itabuna por meio do telefone 135.

 

Fonte: Prefeitura de Itabuna

09/02/2012

Segurado que recebe pela Caixa pode obter extrato previdenciário

O serviço está disponível no internet banking

 

Os segurados da Previdência Social que são clientes da Caixa Econômica Federal (CEF) já podem acessar o seu Extrato de Informações Previdenciárias, por meio do Internet Banking daquela instituição bancária. O novo serviço é decorrente do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Ministério da Previdência Social, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e a Caixa. A assinatura do convênio foi realizada na última quarta-feira (8), em cerimônia no Ministério da Previdência. O próximo passo da parceria é disponibilizar as informações em outros pontos da CEF, como caixas eletrônicos, as salas de autoatendimento e as casas lotéricas.

Durante a solenidade de assinatura do convênio o ministro Garibaldi Alves Filho informou que, do total de 29 milhões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), 4,8 milhões são correntistas da CEF. Essa clientela poderá acompanhar, mensalmente, se o empregador está recolhendo suas contribuições e, ainda, solicitar a correção ou inclusão de períodos que não constem do cadastro. O objetivo do convênio, explicou o ministro da Previdência Social, é facilitar o acesso dos segurados às informações sobre vínculos e remunerações que constam do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

O vice-presidente de Logística e Retaguarda da CEF, Paulo Roberto Santos, informou que a Caixa está criando um plano de comunicação interna para estimular o cadastramento no internet banking dos segurados que ainda não fizeram seu cadastro. O serviço de consulta de informações previdenciárias estava disponível apenas para segurados clientes do Banco do Brasil. Com este novo acordo, os segurados da Previdência Social correntistas da Caixa Econômica terão suas informações previdenciárias mais acessíveis.

CNIS- O CNIS é um banco de dados do governo federal, que reúne informações dos trabalhadores brasileiros, como vínculos empregatícios, salários e recolhimentos à Previdência Social. Os dados são recebidos de diversas fontes, por isso é importante o trabalhador verificar essas informações, para saber se estão corretas, caso não esteja, o trabalhador deve se dirigir a uma agência do INSS, portando seus documentos, para atualizar os seus dados. As informações de vínculos relativos ao Regime Próprio de Previdência, dos servidores públicos não são fornecidas no extrato.

Demais segurados – Os segurados que não mantém contas na Caixa Econômica ou no Banco do Brasil podem acessar o Extrato de Informações Previdenciárias por meio do Portal da Previdência, desde que possuam senha fornecida nas Agências da Previdência Social. Para obter a senha é necessário agendar o atendimento pela Central 135.

 

Fonte: Gazeta Web

09/02/2012

Caixa desenvolve 24 fundos para institutos de pensão municipais

São Paulo – Além dos tradicionais fundos de investimento em renda fixa, a Caixa Econômica Federal desenvolveu 24 novos produtos para os Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS), como são chamados os institutos de pensão das prefeituras.

“Nosso objetivo é que os institutos municipais possam cumprir suas metas atuariais com a perspectiva de queda da taxa básica de juros [a Selic]“, declarou ao DCI, a diretora de Ativos de Terceiros da Caixa, Alexsandra Braga, depois da apresentação do balanço anual da instituição financeira, divulgado ontem, em São Paulo.

Segundo a diretora, a asset management da instituição lançou 22 fundos de investimentos com títulos de crédito privado, um de capital protegido e outro de ações. “Também estamos trabalhando um fundo de investimento em direitos creditórios (FIDCs) específico para atender os RPPS”, destaca Alexsandra Braga.

Ela contou que os institutos de pensão das prefeituras atendidos pela Caixa acumularam R$ 17,502 bilhões em patrimônio líquido ao final de dezembro do ano passado. “A captação líquida foi de R$ 2,8 bilhões”, informou a diretora.

Segundo a superintendente nacional de Desenvolvimento de Produtos para Terceiros da Caixa, Alenir Romanello, o banco atende 1.491 institutos municipais. “A meta é alcançar os 1.962 institutos já formados no Brasil”, disse Romanello. O Brasil possui mais de 6 mil prefeituras, o que evidencia o potencial de crescimento do segmento.

Ontem, em relatório divulgado, a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) atribuiu a forte captação dos fundos de investimentos no mês de janeiro ao setor público.

Segundo o relatório da Anbima, a indústria de fundos registrou, em janeiro, captação líquida de R$ 17,08 bilhões, o melhor desempenho desde março de 2011, quando foram captados R$ 25,2 bilhões em termos líquidos. O resultado foi também o segundo melhor desempenho para um mês de janeiro desde 2002, ano de início da série histórica. Captação líquida ligeiramente maior, para o primeiro mês do ano, ocorreu apenas em 2008, quando ela chegou a R$ 17,11 bilhões. “Esse desempenho foi liderado pelo segmento Poder Público, em movimento típico dessa época do ano”, informou o relatório mensal da Anbima.

 

Fonte: DCI

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: